26 dezembro 2012

Confira 8 dicas para começar 2013 sem dívidas

1- Use o 13º para acabar com as dívidas

E não para comprar presentes caros! Quanto mais rápido você sair do vermelho, menos sofrerá com os juros e as correções monetárias. Comece pela dívida que tiver as taxas mais altas. O valor do 13º não é suficiente para pagar o total? Cubra, então, uma parte e deixe o restante para liquidar nos próximos meses.

2- Elabore uma lista de prioridades

Revise o orçamento doméstico, do jeito que você aprendeu na aula 3 deste curso, e veja onde dá para cortar gastos. Lembre-se de que pequenas quantias de dinheiro podem somar uma boa grana e ajudar a quitar uma prestação atrasada, por exemplo.

3- Cancele contas e cartões de crédito extras

Ficar com o banco e a operadora de cartão de crédito que têm as tarifas mais vantajosas para o que você precisa reduz os gastos com encargos e despesas administrativas.

4- Esqueça o cheque especial

Diferentemente do que muita gente pensa, ele não faz parte do salário. Pelo contrário: as instituições bancárias cobram taxas altíssimas por esse crédito. Use o limite apenas em situações de emergência e jamais salde dívidas de outros financiamentos com ele, para não pagar juros sobre juros.

5- Resista às vitrines decoradas

Quem compra por impulso acaba gastando mais do que ganha, principalmente nesta época do ano. Só saia para comprar presentes de Natal com uma lista em mãos. E, de preferência, uma bem reduzida, que não inclua itens muito caros.

6- Aproveite todos os tipos de descontos

Deixe para colocar a fofoca em dia com amigas e parentes distantes nos períodos em que as tarifas telefônicas são reduzidas, e vá ao salão de beleza no início da semana, quando os serviços costumam ser mais baratos, por exemplo.

7- Substitua presentões por lembrancinhas

O importante é mostrar às pessoas amadas que elas são importantes. Se você nasceu em uma família grande, vale a pena organizar um amigo-secreto em vez de obrigar todo mundo a comprar várias lembrancinhas (que podem até ser baratinhas, mas, em quantidade, comem boa parte do orçamento). Assim, cada um precisará comprar apenas um presente, que poderá ser um pouco mais caro. Além disso, a brincadeira rende a maior diversão!

8- Programe-se para pagar os impostos

Não adianta quitar o IPVA e o IPTU à vista e, depois de alguns meses, precisar fazer um empréstimo porque ficou sem dinheiro. Analise seu planejamento financeiro para se certificar de que não terá de arcar com despesas pesadas no futuro. E, mesmo que você possua o total para pagar os impostos, avalie se o desconto vale a pena ou se é melhor parcelar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário